O balão intragástrico pode me ajudar a ter uma vida mais saudável?

A mudança de estilo de vida é fundamental para obter resultados de emagrecimento em longo prazo. O balão intragástrico, juntamente com o acompanhamento médico, psicológico e nutricional, pode ajudar nesta mudança de estilo de vida.

Além disso, é importante o empenho pessoal de cada paciente durante o tratamento.

Vou sentir alguma reação adversa após a colocação do balão?

Nas primeiras 72 horas após a colocação do balão é comum sentir enjôo e desconforto abdominal. Isto ocorre porque o organismo precisa se adaptar a presença do mesmo. Pode ocorrer também desidratação leve facilmente revertida com a abordagem correta.

De que é composto o balão intragástrico? 

O balão é feito de silicone e preenchido com 400 a 700 ml de soro fisiológico e azul de metileno. O balão é insuflado através de um conector, que injeta soro fisiológico com azul de metileno para identificar quando ele se rompe. Quando isso acontece, a urina sai azul ou esverdeada, indicando que houve um problema.


Com o balão não vou mais sentir fome?

O balão não tira a fome, o balão produz maior saciedade com uma menor quantidade de alimentos, pois ele diminui a capacidade gástrica em 50%, dificulta a passagem do alimento e torna a digestão mais lenta. O balão produz uma ação neurológica quando encosta na parede do estômago, estimulando receptores que enviam sinais de saciedade ao cérebro. 


Fiz cirurgia de redução de estômago e voltei a engordar. O balão pode me ajudar?

Não é possível, pois o seu estômago teve o formato e tamanho alterados. Seu novo estômago não pode mais “receber” um balão intragástrico.


Você sabe o que levar em conta na hora de escolher um serviço médico para colocar um balão intragástrico?

O médico deve ser referenciado, ter experiência e abordar todo o programa de emagrecimento e não apenas promover a colocação/retirada do balão no estômago. A equipe multidisciplinar deve ser experiente, engajada, unida e com boa comunicação entre seus membros.

Lembre-se: a escolha da equipe cabe ao paciente e o sucesso do tratamento depende desta escolha.


Como é colocado o Balão?

Enquanto outros procedimentos para a obesidade são cirúrgicos, a colocação do balão é feita por endoscopia. Ou seja, é um tratamento clínico, um procedimento ambulatorial realizado com leve sedação e, por isso, de alta segurança.


Quais os riscos de colocação e retirada de um balão?

Após a avaliação médica, os riscos de colocar ou retirar um balão gástrico são os mesmos de um procedimento rotineiro de endoscopia. O balão é considerado um procedimento de alta segurança.

Como funciona o Balão?

O balão tem como efeito causar restrição alimentar, ou seja, satisfação precoce e duradoura. O balão intragástrico diminui a capacidade gástrica em 50%, dificulta a passagem do alimento e torna a digestão mais lenta.

A intensidade deste efeito varia no decorrer de todo tratamento, ou seja, o acompanhamento regular com a equipe multidisciplinar é indispensável para obter o melhor resultado que o seu balão pode lhe oferecer.

icon mapa mobile
icon email mobile
icon mobile telefone
icon mapa mobile